Fisioterapia para idosos: importância, benefícios, tipos e mais

 A expectativa de vida no Brasil é de 76,8 anos, segundo dados do IBGE, mas é cada vez mais comum vermos: pessoas que passam dos 90 anos e idosos ativos que continuam com a rotina de exercícios, trabalho e vida social.

Envelhecer com qualidade de vida é o desejo de qualquer pessoa que quer viver por muitos anos, mas para isso é necessário cuidar da saúde antes e depois de chegar à velhice. Nesse sentido, a Fisioterapia para idosos, também conhecida como Fisioterapia geriátrica, tem um papel fundamental para ajudar na qualidade de vida do idoso.

Nesse artigo iremos falar sobre a  importância da Fisioterapia para idosos, os principais tipos de terapia, os benefícios da terapia.

Por que a Fisioterapia é importante para o idoso?

A Fisioterapia tem o objetivo de preservar ou ajudar na restauração da funcionalidade, independência e autonomia do idoso, além de atuar em doenças  como: Derrame, Parkinson, esclerose múltipla, pressão alta, Alzheimer, artrite, artrose, hérnia de disco, bursites, fraturas, entre outras.

Benefícios da Fisioterapia para idosos

A Fisioterapia ajuda na melhora na execução de atividades diárias pelo idoso, reduz a vulnerabilidade e fragilidade, minimiza as mudanças biológicas decorrentes do envelhecimento, ajuda no controle de doenças crônicas além de:

  • Aumentar a força muscular
  • Melhorar a flexibilidade, o equilíbrio e a coordenação motora;
  • Previne o risco de queda e de complicações respiratórias e cardiovascular;
  • Promove a independência funcional.
  • Confira o infográfico que mostra outros benefícios da Fisioterapia geriátrica
Benefícios da fisioterapia geriátrica para idosos
A Fisioterapia oferece inúmeros benefícios para os idosos

Como é uma sessão de Fisioterapia para idosos?

Nas sessões, o fisioterapeuta trabalha exercícios como força, flexibilidade, potência aeróbica, equilíbrio, coordenação e marcha, alongamentos, exercícios respiratórios, entre outros.

Tipos de Fisioterapia para idosos

Quando falamos em fisioterapia para idosos os tratamentos mais buscados são:

  • Fisioterapia para idosos com Alzheimer;
  • Fisioterapia para idosos acamados;
  • Fisioterapia para idosos com artrose;
  • Fisioterapia para reabilitação de idosos.

Leia também: Acupuntura em domicílio: indicação, benefícios e muito mais.

Quando o idoso precisa procurar um Fisioterapeuta?

 Em geral, os idosos precisam de um Fisioterapeuta para casos como: após terem um AVC ou algum problema cardiovascular, possuir algum doença que reduza a funcionalidade ou 

mobilidade de algum membro, após alguma fratura ou cirurgia ou quando tem alguma doença neurológica, possuem doença do equilíbrio, após sofrerem quedas, entre outros.

Os idosos também podem procurar por um fisioterapeuta para que este realize um trabalho preventivo para evitar o aparecimento de algumas doenças comuns na velhice, além de melhorar a quantidade de vida.  

Fisioterapia preventiva para idosos: como funciona?

A Fisioterapia preventiva para idosos tem o objetivo de manter o idoso ativo e com bem estar, através da preservação da função motora, adiamento do processo de incapacitação, que decorre do envelhecimento, além da prevenção de quedas e acidentes.

A terapia atua na  reversão de  quadros como: fraqueza muscular, degeneração nas articulações, dor, diminuição de agilidade, falta de equilíbrio, dentre outros. Por isso, qualquer pessoa acima de 60 anos, pode procurar um profissional para fazer a Fisioterapia preventiva.

Nas sessões, o fisioterapeuta pode trabalhar exercícios que mantenham a funcionalidade do idoso, fazer a correção postural e a análise ergonômica do ambiente onde vive o idoso para melhorar a mobilidade e reduzir os riscos de queda.

Escolha do Fisioterapeuta para tratamento de idosos 

A escolha do profissional para atendimento do idoso é fundamental para o sucesso do tratamento. Por isso, é importante que a família do paciente leve em consideração fatores como:

Experiência do Fisioterapeuta: Profissionais que já tenham experiência com idoso sabem como lidar com temperamentos, bem como motivá-lo a interagir durante as sessões;

Atendimento humanizado e personalizado: opte por fazer a terapia em locais que tornem a experiência do tratamento menos traumatizante tal como tempo de espera pelo atendimento, realização de sessões padronizadas, que não levam em consideração o histórico do idoso;

Atendimento domiciliar- O atendimento domiciliar ajuda, principalmente para os casos em que o idoso tem dificuldade de locomoção.

Precisando de um fisioterapeuta especializado em idosos? Entre em contato com a RB Fisioterapia e Acupuntura e agende uma consulta. Atendimento de fisioterapia em Niterói, São Gonçalo e no RJ.

Quer receber conteúdos com dicas de saúde direto no seu Whatsapp ? Inscreva-se gratuitamente.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *