Fisioterapia‌ ‌para‌ ‌AVC:‌ ‌importância,‌ ‌tipos‌ ‌e‌ tratamento

Rb fisioterapia e acupuntura fisioterapia para AVc
AVC é a segunda maior causa de mortes no Brasil

 29 de outubro é o dia mundial do AVC.  E para celebrar a data, resolvemos mostrar  a relação entre Fisioterapia e Avc.

Nesse texto falaremos um pouco mais sobre a doença,  sintomas e como o trabalho do fisioterapeuta é essencial para a recuperação do paciente que sofreu um AVC.

O que é AVC?

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) também conhecido como derrame cerebral é definido como o entupimento ou rompimento dos vasos sanguíneos que levam sangue ao cérebro, provocando paralisia na área cerebral, que ficou sem oxigênio. 

O AVC juntamente com o infarto,são as principais doenças cardiovasculares que mais causam mortes no Brasil,ocupando respectivamente o segundo e primeiro lugar.

Segundo a Sociedade brasileira de cardiologia, cerca de 400 mil pessoas morrem por ano em decorrência das doenças. Esse cenário fez com que fosse criado um dia de conscientização e prevenção ao AVC.

Quais são os principais sintomas do AVC?

Para constatar a doença, é  necessário um diagnóstico médico, mas os principais sintomas que indicam que a pessoa está sofrendo um Avc são:

  • Dor de cabeça forte e intensa;
  • Falta de força em um dos lados do corpo;
  • Boca torta;
  • Tontura;
  • Fala lenta ou embolada;
  • Perda da sensibilidade;
  • Alterações na visão;
  • Perda de memória e confusão mental;
  • Náusea e vômito;
  • Perda da coordenação motora.

Quais são as consequências do AVC?

Além da morte, as consequências do AVC variam de leve e passageira a incapacitante. As mais comum são:

  • Dificuldade de movimentos tais como: andar, sentar, deitar;
  • Alterações na face;
  • Dificuldade na fala;
  • Alterações na visão;
  • Confusão mental e perda de memória.

Fisioterapia na recuperação de pacientes com AVC

rb fisioterapia e acupuntura fisioterapia para pós avc
Fisioterapia ajuda na qualidade de vida de pacientes pós AVC

A fisioterapia ajuda a pessoa que sofreu um AVC a ter qualidade de vida, através do desenvolvimento da independência do paciente e a recuperação dos movimentos perdidos. 

Quanto mais rápido o paciente começar a realizar Fisioterapia, mais rápida será a recuperação. 

Como é o tratamento do paciente com AVC?

O fisioterapeuta inclui na rotina de tratamento, a realização de atividades tais como: abrir e fechar os braços; alongamento muscular; exercícios respiratórios e o uso de materiais como bolas, fitas e pesos.

A quantidade de sessões necessárias varia de acordo com o quadro do paciente, mas no geral podem ser diária ou 3 vezes na semana. Por isso, o tratamento pode durar  3 meses ou mais.

É importante destacar que o paciente tem o papel fundamental na sua recuperação, pois precisam se comprometer a realizar, na sessão e fora dela, os exercícios pedidos pelo fisioterapeuta.

Fisioterapia domiciliar é ideal para pacientes com AVC

A dificuldade de locomoção, a depressão e o desânimo,  são alguns dos fatores que podem dificultar os pacientes com AVC de seguirem com o tratamento, quando se opta por fazer a Fisioterapia numa clínica. 

Assim, a Fisioterapia em domicílio aparece como principal aliada, pois permite que o paciente faça as sessões no local e o horário desejado e não precisa de deslocamento.

Aqui na RB, além da Fisioterapia, os pacientes pós- AVC têm a oportunidade de combinar a terapia com a Acupuntura.


Pensando em fazer Fisioterapia em domicílio? Entre em contato com a RB Fisioterapia e Acupuntura e agende uma consulta. Atendemos em Niterói, São Gonçalo e no RJ.

Quer receber conteúdos com dicas de saúde direto no seu WhatsApp ? Inscreva-se gratuitamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *