Epicondilite lateral do cotovelo: guia completo sobre a inflamação

A epicondilite lateral do cotovelo é uma inflamação, muito comum, que atinge atletas e pessoas que praticam atividades repetitivas.

Neste texto, vamos abordar as principais dúvidas que as pessoas possuem sobre a Epicondilite, como: sintomas, causas, diagnóstico e tratamento. Continue a leitura!

O que é Epicondilite?

Também conhecida como cotovelo de tenista, a Epicondilite lateral é uma inflamação dos tendões do cotovelo, que afeta principalmente os músculos extensores do punho e dos dedos.  Esses tendões são a parte final do músculo que se liga aos ossos.

A epicondilite é uma condição comum, que afeta cerca de 2% da população. Ela é causada por atividades que exigem o uso excessivo desses músculos, ocorrendo  em pessoas que praticam esportes como tênis, squash, basquete, esgrima, lançamento de dardo, mas também atingem trabalhadores que realizam atividades inadequadas, como digitação ou uso excessivo do computador.

Quais são os sintomas da Epicondilite?

Os principais sintomas da epicondilite são dor, inchaço e sensibilidade na região lateral do cotovelo. A dor pode piorar com movimentos repetitivos, como estender o pulso ou o dedo indicador.

Os sintomas geralmente começam com uma leve dor na face externa do cotovelo, que pode se estender pelo antebraço. Se o esforço repetitivo continuar, a área afetada pode ficar dolorosa ao toque e a dor pode irradiar até o punho. 

Quais são as causas da Epicondilite lateral do cotovelo?

A epicondilite é causada por movimentos repetitivos que sobrecarregam os tendões do cotovelo. Esses movimentos podem ser realizados em atividades como:

  • Esportes de raquete, como tênis e badminton
  • Atividades que envolvem o uso de ferramentas, como martelar e apertar parafusos
  • Atividades que envolvem o uso de um mouse ou teclado

Quando os tendões são sobrecarregados, eles podem se inflamar e causar dor, inchaço e sensibilidade na região lateral do cotovelo.

Além de movimentos repetitivos, outros fatores que podem aumentar o risco de epicondilite incluem:

  • Fraqueza muscular
  • Má postura
  • Uso de equipamentos inadequados

Aqui estão alguns exemplos de atividades que podem causar epicondilite:

  • Jogar tênis ou badminton
  • Martelar ou apertar parafusos
  • Escrever ou digitar por longos períodos
  • Usar um mouse ou teclado por longos períodos
  • Trabalhar com ferramentas
  • Praticar esportes que envolvem movimentos repetitivos com as mãos

Como diagnosticar a Epicondilite lateral?

O diagnóstico de epicondilite é feito pelo médico, com base na história clínica do paciente e no exame físico. O médico irá perguntar ao paciente sobre os sintomas, atividades que podem ter causado a lesão e histórico médico. 

Já no exame físico, o médico irá palpar a região lateral do cotovelo para verificar se há dor, inchaço ou sensibilidade. Ele realizará os testes:

  • Teste de Cozen: O médico irá pressionar o epicôndilo lateral do cotovelo. Se o paciente sentir dor, isso é um sinal de Epicondilite.
  • Teste de Mill: O paciente irá estender o pulso contra a resistência. Se o paciente sentir dor, isso é um sinal da inflamação.

Além disso, é possível que o profissional da saúde peça ao paciente para realizar alguns movimentos para avaliar a força e a amplitude de movimento do cotovel e também solicitar exames de imagem, como raio-X ou ultrassom, para descartar outras possíveis causas de dor no cotovelo, como uma fratura ou tendinite.

Como tratar a Epicondilite lateral do Cotovelo?

O tratamento da epicondilite lateral do cotovelo visa aliviar a dor e a inflamação e restaurar a função do cotovelo.

O tratamento inicial da Epicondilite lateral do cotovelo geralmente inclui:

  • Repouso: Evite atividades que causem dor no cotovelo.
  • Compressas de gelo: Aplique gelo no cotovelo por 20 minutos a cada 2 a 3 horas, durante os primeiros 2 a 3 dias.
  • Elevação do cotovelo: Mantenha o cotovelo elevado acima do nível do coração quando estiver sentado ou deitado.
  • Analgésicos: Os analgésicos de venda livre, como ibuprofeno ou paracetamol, podem ajudar a aliviar a dor.

Se esses tratamentos não forem eficazes, o médico pode recomendar outros tratamentos, como:

  • Injeções de corticosteroides: As injeções de corticosteroides podem ajudar a reduzir a inflamação.
  • Terapia de ondas de choque: A terapia de ondas de choque pode ajudar a estimular a cicatrização dos tendões.

Tratamentos naturais para Epicondilite

  • Fisioterapia: A fisioterapia pode ajudar a fortalecer os músculos do antebraço e do cotovelo, o que pode ajudar a prevenir a recorrência da epicondilite;
  • Acupuntura : É uma terapia tradicional chinesa que usa agulhas finas para estimular pontos específicos do corpo. Ela pode ajudar a aliviar a dor e a inflamação na epicondilite;
  • Medicamentos naturais: Alguns medicamentos naturais, como o açafrão e o óleo de mamona, podem ajudar a aliviar a dor e a inflamação na epicondilite.
  • Massagem: A massagem pode ajudar a relaxar os músculos do antebraço e do cotovelo, o que pode aliviar a dor e a inflamação;

Em casos graves, pode ser necessária cirurgia para reparar os tendões danificados.

A maioria das pessoas com epicondilite lateral do cotovelo melhora com o tratamento conservador. O tempo de recuperação pode variar, mas geralmente leva de algumas semanas a alguns meses.

Dicas para prevenir a Epicondilite

  1. Evite movimentos repetitivos que sobrecarreguem os tendões do cotovelo. Se você fizer atividades que causem dor no cotovelo, pare por um tempo e descanse.
  2. Faça alongamentos antes e depois de realizar atividades que possam causar dor no cotovelo. Alongamentos ajudam a manter os músculos e tendões flexíveis e fortes.
  3. Use equipamentos de proteção adequados, como luvas ou protetores de pulso, quando realizar atividades que possam causar dor no cotovelo. Os equipamentos de proteção podem ajudar a proteger os tendões do cotovelo de lesões.
  4. Mantenha uma boa postura ao trabalhar ou realizar atividades que possam causar dor no cotovelo. Uma boa postura ajuda a reduzir o estresse nos tendões do cotovelo.
  5. Fortaleça os músculos do antebraço e do cotovelo. Os músculos fortes ajudam a apoiar os tendões do cotovelo e reduzir o risco de lesões.
  6. Perca peso se estiver acima do peso. O excesso de peso pode colocar mais estresse nos tendões do cotovelo.
  7. Beba bastante água. A hidratação ajuda a manter os tendões saudáveis.
  8. Descanse o cotovelo se estiver dolorido. O descanso ajuda os tendões a cicatrizar.
  9. Consulte um médico se a dor no cotovelo for grave ou persistir.

Aqui estão algumas dicas específicas para atividades que podem causar epicondilite:

  • Tênis: Use uma raquete que se ajuste bem à sua mão e evite movimentos bruscos do pulso.
  • Martelagem: Use uma marreta com cabo ergonômico e faça pausas frequentes.
  • Digitação: Use um teclado ergonômico e ajuste a altura da cadeira e do monitor para uma posição confortável.

Leia também o post com Dicas de Alongamento

Como funciona a Fisioterapia para Epicondilite lateral?

O fisioterapeuta irá avaliar o seu cotovelo e desenvolver um plano de tratamento personalizado. O plano de tratamento pode incluir:

  • Repouso: O fisioterapeuta pode recomendar que você evite atividades que causem dor no cotovelo.
  • Alongamento: O fisioterapeuta irá ensinar-lhe exercícios de alongamento para melhorar a flexibilidade dos músculos do antebraço e do cotovelo.
  • Fortalecimento: O fisioterapeuta irá ensinar-lhe exercícios de fortalecimento para fortalecer os músculos do antebraço e do cotovelo.
  • Técnicas de terapia manual: O fisioterapeuta pode usar técnicas de terapia manual, como massagem e mobilização, para aliviar a dor e a inflamação.
  • Eletroterapia: O fisioterapeuta pode usar modalidades eletroterapêuticas, como ultrassom e laser, para aliviar a dor e a inflamação.

O tempo de recuperação da epicondilite lateral com fisioterapia varia de pessoa para pessoa, mas geralmente leva de algumas semanas a alguns meses.

Aqui estão alguns dos benefícios da fisioterapia para epicondilite lateral:

  • Alívio da dor e da inflamação
  • Restauração da função do cotovelo
  • Prevenção da recorrência da lesão

Está com Epicondilite lateral? Entre em contato com a RB fisioterapia e agende uma sessão de fisioterapia domiciliar. A RB fisioterapia é especializada no tratamento de lesões ortopédicas, incluindo a epicondilite lateral. 

Se você está com dor no cotovelo, não espere. Entre em contato com a RB hoje mesmo para marcar uma consulta. Faça o seu orçamento gratuito e saiba mais sobre como podemos ajudá-lo a recuperar o seu cotovelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *